[ editar artigo]

A nova profissão do momento: youtuber

A nova profissão do momento: youtuber

Atualmente, se fala muito de novas profissões do mercado e como elas surgiram, mas nunca se imaginou que “Youtuber” hoje, seria uma das profissões mais almejadas do momento.

Isso porque não se trata mais só de ganhar uma remuneração, mas sim, ser feliz com o que se faz. Hoje você vai entender melhor como essa nova profissão funciona e de onde tudo começou. 

O domínio da Internet, da plataforma foi ativado no dia 14 de fevereiro de 2005, e o primeiro canal em abril do mesmo ano. Com o passar do tempo as pessoas começaram a observar um potencial nessa nova forma de trabalhar e então começaram a investir. 

No Brasil, essa onda começou em meados de 2009, com canais de influenciadores como Kéfera, Felipe Neto, Christian Figueiredo, Rezende Evil e por aí vai. Mas afinal, tem um roteiro do que se pode fazer na plataforma? Não! Tanto que, atualmente, temos canais dos mais variados tipos de temas: gameplays, lifestyle, vlogs, crítica ao cinema, beleza etc. 

O que muitos pensam e ficam até se perguntado é como que algo tão simples como sentar na frente de uma câmera e falar um monte de coisa pode dar tão certo? Mas, o que muitos não veem é todo o processo por trás das câmeras.

É simplesmente sentar na frente da câmera e falar qualquer coisa? Não, boa parte dos famigerados youtubers trabalham com uma produção por trás de tudo o que é postado e criado para seus canais. Existem pessoas que fazem roteiros, produzem vídeos, gravam, apresentam o conteúdo, editam, revisam e só assim vai ao ar. É muito mais complexo do que parece. 

Com a pandemia que foi instaurada neste ano de 2020, muitas pessoas resolveram apostar nessa nova forma de trabalho e investir nisso. Eu fui uma delas, como sempre gostei muito de ler, ver séries e filmes e compartilhar minhas percepções com quem estava à minha volta, pensei: “por que não tentar?”. Foi assim que o ETC &Tal nasceu. 

O ETC & TAL 

O canal nasceu de uma parceria entre duas jornalistas: Bruna Aliane e eu, Vitória Berveglieri Martins. E é inspirado na youtuber chamada Alice Aquino.

A ideia inicial era fazer algo comum, mas como eu tinha uma séria mania de querer compartilhar tudo o que eu assisto e consumo, optei para o lado da cultura. 

Como durante nossa formação, eu sempre ia para a parte de apresentação e a Bruna sempre preferiu ficar por trás das câmeras e na parte da edição, resolvemos nos unir para realizar essa ideia.  

E digo mais, na prática é um terror, mas ver o projeto saindo do papel e se tornando realidade é surreal! Isso permitiu que nós entendêssemos melhor como funcionava todo o projeto criativo da coisa.

Tudo tem que ser pensado: tema, cenário, a forma de se vestir, de falar, tudo, cada detalhe é importante. Desde a parte estética até a questão de divulgação, qual o melhor horário para ser feito, se vai fazer uma arte programada ou não para divulgar, se as thumbs (que são aquelas imagens de capa dos vídeos) vão ser mais simples e mais elaboradas e assim por diante.  

O Etc &Tal está ativo desde o dia 22 de outubro, e já somos mais de 250 inscritos, e espero que esse projeto siga adiante colhendo muitos frutos que ainda estão por vir. 

No primeiro vídeo do canal eu conto um pouquinho mais sobre a história do nome, basicamente por que eu queria abordar várias coisas: Livros, Séries, Filmes, Quebra Cabeças, outras temáticas Etc & Tal. Além disso, conto também sobre como fui parar lá na plataforma. Porque apesar de jornalista, eu nem sempre quis essa profissão.  

Se vocês quiserem dar uma conferida lá,  é só acessar o link, se inscrever, porque sai vídeo por lá todas as quintas-feiras às 19h. 

Marketing Digital

Comunidade Sebrae
Vitória Berveglieri Martins
Vitória Berveglieri Martins Seguir

Jornalista formada pelo Centro Universitário UniBrasil, possui experiência nas áreas de Comunicação Institucional, Marketing e Assessoria de Imprensa. Co-fundadora do canal Etc&Tal e colaboradora do Diário de Curitiba.

Ler conteúdo completo
Indicados para você