[ editar artigo]

[Conteúdo com vídeo] Como os anúncios do Google complementam os esforços de SEO para sua empresa?

[Conteúdo com vídeo] Como os anúncios do Google complementam os esforços de SEO para sua empresa?

A internet se tornou a principal vitrine das empresas que buscam oportunidades de negócios. E para se destacarem, é fundamental saber utilizar os anúncios do Google em complemento aos esforços de SEO orgânico, pois os potenciais clientes usam a ferramenta de busca para direcioná-los às páginas que apresentam produtos de qualidade e preços acessíveis. Para que isso ocorra é preciso entender o mecanismo desses recursos.

Google Ads

O Google Ads pode ajudar no posicionamento dos sites no topo da página de pesquisa e na divulgação de conteúdos em banners posicionados em sites e em alguns aplicativos. O mecanismo funciona por meio da escolha de palavras-chave. Para que o seu negócio se destaque, a escolha de palavras-chave mais específicas e que representem seu nicho de negócio é uma opção viável, pois o usuário é direcionado a um conteúdo de acordo com seu perfil.

Google Orgânico

O Google Orgânico é baseado na avaliação da sua página por meio do algoritmo do Google. As páginas com melhores avaliações ficam no topo. O posicionamento orgânico leva em conta a produção constante de conteúdo e o SEO (otimização técnica do site para mecanismos de busca). Para que sua página página esteja bem colocada é necessário produzir textos de qualidade com diversidade de formatos, adaptabilidade para dispositivos móveis, linkagem interna dos conteúdos produzidos e links externos que apontem para os conteúdos (backlinks).

Em curto prazo, o Google Ads permite que sua empresa esteja em evidência em buscas relacionadas ao seu ramo. Por exemplo, nas plataformas de e-commerce, utilizar esse tipo de anúncio em pesquisas proporciona consideravelmente o aumento das vendas diretas. Uma vantagem da mídia paga é que a escolha de palavras-chave mais específicas permite uma abertura maior de investimento, ou seja, a empresa pode optar por termos mais baratos e alterá-los quando quiser.

Em regra, o posicionamento orgânico não depende de investimentos em anúncios. Por exemplo, ele pode ser resultado da produção de conteúdo de qualidade em uma plataforma de blog que utiliza gratuitamente o WordPress. O monitoramento do posicionamento orgânico envolve índices que mensuram a reação do público ao conteúdo publicado, além da otimização de elementos da página de busca. Estar no topo de uma página de pesquisas mostra que sua marca está sendo valorizada, pois páginas bem rankeadas transmitem confiabilidade nos anúncios.

É possível SEO e Google Ads trabalharem juntos?

Enquanto que o  objetivo do SEO é otimizar conteúdos que sejam encontrados facilmente nas buscas e do Google, o  do Google Ads é criar anúncios segmentados que atinjam os usuários no momento em que estiverem realizando uma busca. Mesmo tendo funcionalidades antagônicas, é possível integrá-los.

Durante uma campanha de mídia paga, além de selecionar palavras-chave que possam atingir o público, também são indicadas as que devem ser deixadas de lado. Essas palavras-chave negativas podem ajudar na otimização dos investimentos. O SEO pode utilizar esse mecanismo, uma vez que, o tráfego orgânico está diretamente ligada à produção de conteúdo. Como é possível? Essa integração é possível porque as palavras-chave eliminadas no processo pago de segmentação podem ser utilizadas nas buscas populares.  Assim, essas palavras-chave negativas podem ser utilizadas na produção de conteúdo para sites, redes sociais etc.

Outros detalhes muito importantes para o SEO são os title tags e as meta descriptions que acompanham o resultado de buscas no Google. Prestar atenção na efetividade desses detalhes pode ajudar na otimização da performance. Esse teste de efetividade pode ser facilitado pelo Google Console, uma vez que ele identifica os title tags bem ranqueados, mas que não possuem bons resultados de conversão. Também é possível utilizar as ferramentas de mensuração do Google Ads para verificar quais title tags e meta descriptions apresentam melhor resultado.

Outro exemplo da integração do SEO e do Google Ads é a performance geográfica. Vamos supor que você queira atingir um público mais próximo de sua localidade física. O Google Ads permite uma busca relevante. Para isso, é preciso filtrar os resultados das campanhas por suas localidades. Assim, é possível avaliar as palavras mais utilizadas por usuários por meio do filtro da região que foi definida como mais produtiva, por exemplo. 

Em suma, as técnicas de SEO e Google Ads podem ser integradas para o melhor aproveitamento das estratégias do marketing digital.


 

Comunidade Sebrae
Ler matéria completa
Indicados para você