[ editar artigo]

Armadilhas da produtividade: quais são e como evitá-las!

Armadilhas da produtividade: quais são e como evitá-las!

É possível gerar improdutividade enquanto você acha que está sendo produtivo. Isto pode acontecer porque a produtividade possui armadilhas no seu caminho, descubra abaixo algumas delas e como evitá-las.

Sabe quando você faz várias coisas ao mesmo tempo? Isto dá a impressão que está produzindo várias coisas, mas, cuidado, pode ser que você tenha muita iniciativa, porém, pouca acabativa.

Agora, o outro extremo, você para de fazer tudo por dias e foca em apenas uma tarefa para finalizá-la logo. Mas, se deixou de fazer outras tarefas que eram urgentes e importantes e tinham relação com a tarefa concluída, você colocou tudo a perder.

Duvido que você nunca trabalhou muito mais que 8 horas por dia e até varou a madrugada por dias para entregar um ou mais projetos. Mas, depois ficou cansado, estressado, doente e com dificuldade de raciocinar, porém, mesmo assim, teve que entregar outros projetos e tarefas dentro do prazo de forma improdutiva e com a qualidade prejudicada.

Já deu para você perceber que produtividade exige equilíbrio e habilidade para distinguir o que é urgente e o que é  importante.

 

Mas, agora vamos a dois exemplos de improdutividade quando envolve uma equipe.

Sabe quando você entrega todas as suas tarefas dentro e até antes do prazo, mas, não ajuda nenhum colega de trabalho, apesar das suas tarefas terem forte relação? Pois é, para uma equipe ser produtiva todos precisam trabalhar com a sincronicidade e a precisão de um relógio, do contrário a equipe e a empresa não serão produtivas.

Agora, outro contraponto, você ajuda todo mundo a ser produtivo, porém, suas atividades ficam todas atrasadas porque você oferece ajuda mas não se preocupa em ser ajudado. Novamente, você foi parcialmente produtivo e não soube manter o equilíbrio.

Por fim, imagine que você é líder de uma equipe e nela você tem uma pessoa que é mais produtiva. Naturalmente, como quase tudo hoje em dia é julgado como urgente, você tende a cometer o erro de acionar mais esta pessoa do que as demais, porém, com esta atitude você vai desmotivá-la e deixar de extrair o que há de melhor no restante da equipe e desmotivá-los também, fazendo com que a produtividade caia de modo geral.

Ser produtivo envolve planejamento, equilíbrio, liderança, trabalho em equipe, autogerenciamento, disciplina, inteligência emocional, otimização de tarefas e recursos.

 

Para evitar de cair nas armadilhas citadas aqui é importante primeiro que você fique vigilante para identificá-las, depois crie estratégias para evitá-las como, por exemplo, utilizar a matriz da gestão do tempo para equilibrar as tarefas.

Para finalizar, quero aqui lembrar da lição da fábula do lenhador, que nos ensina que o mais importante não é pegar o machado e sair cortando árvores o mais rápido possível (ser esforçado). Mas, sim, amolar bem o machado para cortar com menos esforço e menos tempo, agindo com inteligência e preparo.

Já passou por uma ou mais das situações acima em que você achou que estava sendo produtivo? Comente aqui como saiu da armadilha.

Um abraço e até a próxima.

Rafael de Souza (InstagramLinkedinFacebook e Telegram)

Varejo 🎁

Comunidade Sebrae
Rafael Souza
Rafael Souza Seguir

Consultor de Negócios e Palestrante do Sebrae-SP, Empreteco, Agente Local de Inovação, formado em TI, especialista em Gestão de Pessoas e em Gestão Estratégica de Negócios. Apaixonado por empreendedorismo e admirador de empreendedores!

Ler conteúdo completo
Indicados para você