[ editar artigo]

Estamos preparados para o futuro do comércio?

Estamos preparados para o futuro do comércio?

Estamos num momento crucial para o crescimento dos negócios no Brasil. Fala-se muito sobre tecnologia a inovação e as transformações digitais, porém pouco se vê na prática os caminhos para essa transformação e os casos de sucesso que garantem um crescimento sustentável dos negócios inseridos nesta transformação.

Analisando esse cenário desafiador, o Sebrae o convida para participar do Evento Desafios do Comércio.

 

O que vamos tratar no Desafios do Comércio?

A velocidade de transformação do Varejo.

De acordo com a pesquisa da PagBrasil, estamos assistindo uma revolução no comportamento de consumo devido a internet e o uso dos celulares.

Você sabia que nós brasileiros passamos mais de 4 horas por dia conectados ao celular? E que, de acordo com a pesquisa, existe mais conexões móveis do que usuários? São 215,2 milhões de conexões móveis sendo que somos em 211,6 milhões de pessoas no Brasil, ou seja, a conexão móvel representa 102% de penetração no mercado brasileiro.

O seu negócio está aproveitando essa oportunidade? Você está adaptado para este público?

 

Onde o comércio está inovando?

Inovações se tornaram constante nos negócios devido a tecnologia. Discutiremos o forte crescimento das inovações, como por exemplo as compras recorrentes e serviços agregados baseados nas necessidades e desejos do consumidor.

Apesar das fortes mudanças nos negócios baseado na força da tecnologia, alguns atributos ainda permanecem relevantes e estratégicos para o comércio. São eles:

  • Conveniência
  • Experiência
  • Equipe de alta performance
  • Produtividade

 

Conveniência

O varejo trata especificamente de desejos de consumo e necessidades. É fato que os consumidores desejam ter acesso a produtos que tornam a sua rotina mais simples, como por exemplo a rapidez e a conveniência na hora de comprar, dois elementos que influenciam intensamente no seu processo decisório.

Temos acompanho cada vez mais que o consumidor será condicionado pelas facilidades e conveniência na compra dos bens de consumo. E parece que esse futuro já chegou. Um exemplo? Em 2018 foram mais de 200 bilhões de aplicativos (ou conhecidos apenas como app) baixados no mundo. E o que são esses apps? Olhe o seu celular! Com certeza você faz parte deste indicador, uma vez que esses foram criados para melhorar a conveniência do seu dia a dia, são eles aplicativos para pedir comida, chamar um taxi, para dirigir, ouvir música ou notícias, fazer reserva em um hotel, etc.

A pergunta que fica aqui é: o seu negócio está inserido neste universo?

Há diversas maneiras, rápidas, seguras e de baixo investimento para iniciar sua presença neste canal.

 

Experiência

Atrelado a esse universo de aplicativos, nunca se tratou com tanta prioridade o momento chave na conversão das vendas. Estamos falando da experiência do consumidor, e também por que não do UX: user experience. Aplicados tanto nos formatos digitais ou físicos, a experiência do consumo, seja ela onde esteja, é fator fundamental para aumentar a percepção de exclusividade e valor para o consumidor.

Pense em como seu negócio vem construindo e monitorando a experiência de consumo de seus produtos e serviços!

 

Equipes de alta performance

Não adianta nada investir em tecnologias, visual merchandising, estratégias de marketing e comunicação, se o seu time não está preparado ou até mesmo engajado em bater metas e construir relacionamentos genuínos com seus clientes.

Discutiremos no evento, como as lojas de referência vem construindo esses laços, que transitam do racional ao emocional de maneira estratégica, utilizando como por exemplo, o storytelling e o big data para engajar e conquistar clientes.

E por que equipes de alta performance? Aí entra uma nova maneira de olhar a performance de sua equipe e também como seus funcionários se comprometem com o propósito de seu negócio. O jogo é a gestão de processos e aceleração da aprendizagem.

 

Produtividade

E se vamos falar gestão de processos, precisamos tratar da produtividade. Somos um país ainda com baixo índice de produtividade mundial. Uma das atribuições do líder (gerente ou o próprio dono do negócio) é saber conduzir o seu time, para atividades de alto valor agregado, tanto para o negócio quanto para o cliente. E como fazer isso?

Criando processos estruturados e rotinas de trabalho capaz de orientar e reconhecer no seu time esforços para bater as metas e implantar melhorias para o crescimento da loja.

Se não há processos/rotinas, não há gerenciamento e se não há gerenciamento não há controle e sem controle, não se exerce uma liderança positiva de crescimento tanto para o negócio quanto para o colaborador.

A sua empresa vem priorizando processos devidamente implementados, lhe dando condições para um crescimento contínuo?

 

Para ajudá-lo a vir mais aquecido ao evento, sugerimos o estudo dos conteúdos nos links abaixo. São reportagens, artigos, vídeos e áudios. Sugiro tirar pelo menos alguns minutos durante a semana, em um local sem interferências para seu estudo ter mais qualidade. Uma dica? Eu geralmente estudo logo pela manhã! Boa leitura e nos vemos no Desafios do Comércio!

 

Sites:

Comunidade Sebrae

Revista Consumidor Moderno

Portal NOVAREJO

E-Commerce Brasil/ Vendas

 

Canais no Youtube

Sebrae Paraná

Endeavor Brasil

Especialista em Varejo Eduardo Terra

 

Podcasts:

CBN Mundo Corporativo 

 

 

 

Varejo 🎁

Comunidade Sebrae
Osmar Dalquano Junior
Osmar Dalquano Junior Seguir

Empresário e consultor Especialista com foco em projetos para o varejo de alta performance, é Sócio Diretor da Retail2Engage, de uma unidade da Mathnasium nos EUA e da Sei de Cor especializada em micro aprendizagem.

Ler conteúdo completo
Indicados para você