[ editar artigo]

Eventos e Gastronomia: as alavancas de uma cidade criativa.

Eventos e Gastronomia: as alavancas de uma cidade criativa.

Segundo dados do Fórum Desenvolve Londrina, os setores mais presentes na economia criativa de Londrina são a Gastronomia e os Eventos, e com outras cidades este cenário não deve ser muito diferente. Assim sendo, o que nos falta para colocar a cidade em outro patamar nesses setores? Antes de responder, precisamos entender qual é o potencial da cidade em termos de negócios gerados a partir dos processos criativos. Cidade criativa, segundo Ana Carla Fonseca, um ícone da área, defende que é “ uma cidade que se reinventa e coloca sua criatividade em prática para se transformar em um espaço melhor.

Tóquio, Londres, Pequim, Songdo, Barcelona. O que estas cidades têm em comum? Investem, dentre outras coisas, em qualidade de vida e em economia/pessoas criativas. Não precisamos ir tão longe. Blumenau, por exemplo, se transformou de uma cidade fabril, para uma cidade turística; uma enchente destruiu a cidade em 1982. A partir da tragédia surgiu a Oktoberfest, atraindo visitantes de todo país. A partir deste evento, cujo mote partiu da sua gastronomia, a cadeia produtiva ligada a vários processos criativos transcendeu o Evento, gerando diversos negócios, a exemplo do Festival da Cerveja, sem contar na valorização dos grupos folclóricos. Os pavilhões da antiga PROEB se transformaram em um importante espaço de eventos e complexo gastronômico cultural, denominado Vila Germânica, que anualmente recebe cerca de 800 mil visitantes.

Precisamos aproveitar melhor a nossa veia criativa! Qual economista consegue medir os impactos gerados pela São Paulo Fashion Week? São cerca de 1500 jornalistas do mundo inteiro em uma semana de evento, cujo desdobramento desenvolveu a cadeia produtiva da moda, transformando São Paulo num centro de compras mundial. O que dizer de Joinville? a vinda do Ballet Bolshoi para cidade proporcionou uma série de benefícios. Além de ser um maravilhoso projeto social, as crianças estudam em tempo integral, se profissionalizam e ganham o mundo. Inteligentemente, também virou estratégia para captação de Eventos, a cidade ganhou uma visibilidade incontestável com a realização do maior Festival de Dança do mundo, de acordo com o Guinness Book.

Diante de tais exemplos, o que falta pra Londrina aproveitar as suas ondas criativas? Eu te convido a surfar nelas! Primeiramente, podemos maximizar o nosso potencial, vamos nos apropriar das identidades e transformar isso em business, a final de contas somos uma cidade que promove 13 Festivais de diversas áreas e a Exposição Agropecuária de Londrina é uma das melhores da América Latina. A cidade é agro? é inglesa ou universitária? Qual é, ou quais são, as experiências que queremos passar para as pessoas? Dito isto, a união entre os setores, público, privado, universidades e terceiro setor precisam trabalhar juntos, falando a mesma linguagem. Não existe tarefa fácil, mas não há dúvidas de que nosso potencial é imenso! Depois dessa união, vale a máxima “sucesso só vem antes do trabalho no dicionário”.

Varejo 🎁

Comunidade Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você