[ editar artigo]

Luz, Câmera, Ação! Use e abuse das lives para alavancar o seu negócio!

Luz, Câmera, Ação!

Use e abuse das lives para alavancar o seu negócio!

Com a chegada da Pandemia muita coisa mudou quando falamos em hábitos dos consumidores, e uma das mudanças aceleradas pelo Covid-19 foi a adesão em massa do público na audiência das famosas lives.

Tudo começou com os cantores sertanejos que estavam parados e aproveitaram para distrair o seu público, e, com isso perceberam que com isso era possível movimentar cifras vultuosas. Pronto! Popularizou-se aí um mercado que vinha tentando se fortalecer com o público, mas que ainda caminhava com passos lentos.

E o que o mercado varejista tem a ver com tudo isso?  Muito simples, as lives hoje estão cada vez mais fáceis de serem realizadas, encontramos equipamentos populares e de baixo custo para trazer mais qualidade à transmissão e, claro, profissionalismo na geração das imagens. Com esse tipo de comunicação é possível desde trazer conteúdos relevantes ao consumidor, até expor produtos e serviços (e quando juntos, ainda melhor).

E para trazer mais qualidade para a sua live, pega aí algumas dicas:

  1. Enquadramento. São vários os enquadramentos utilizados em um audiovisual, e é importante definir qual será utilizado em sua live. O mais comum é o que chamamos de Close Médio, que vai em uma linha imaginária do terceiro botão da camisa até poucos centímetros acima da cabeça (cuidado para não cortar a cabeça), esse é um enquadramento bastante utilizado para o Instagram ou para entrevistas, pois ajuda a visualizar bem quem está falando e ao mesmo tempo traz certa profundidade para não distorcer a imagem. Neste enquadramento é importante que a câmera fique posicionada na altura dos seus olhos (seja computador ou celular), pois câmeras abaixo ou acima dessa linha podem deformar o rosto. O Plano Médio também pode ser bastante utilizado e compreende até a cintura da pessoa (também respeitando o limite da cabeça, observando para que não fique fora da imagem). Dependendo do que se quer mostrar em uma live também pode-se usar o Plano Aberto, que mostra a pessoa de corpo inteiro, e também há que se observar para que nada seja cortado (nem cabeça e nem pés), esse enquadramento é ideal para mostrar looks.
     
  2. Ambiente. Fique atento a todos os detalhes do ambiente para que não mostre nada fora do lugar e que todos os elementos estejam harmônicos. Componha um ambiente específico para fazer a live. Tenha cuidado com espelhos ao fundo que podem refletir desde uma luz indesejada até a bastidores que podem não ser nada agradáveis e também com portas abertas, de onde pode surgir alguém e tire o foco de seu espectador. Cores suaves e preferencialmente claras trazem leveza para o espaço. Quadros e plantas em composições equilibradas criam um ambiente aconchegante e ao mesmo tempo encantador.
     
  3. Iluminação. Uma boa iluminação é imprescindível para que a sua imagem seja melhor visualizada. Jamais se posicione com janelas ou portas abertas ao fundo que permitam a entrada de luz. Para trazer um toque profissional na sua live hoje é possível encontrar iluminadores chamados Ring Lights por valores bem acessíveis e que garantem uma iluminação adequada, inclusive em tonalidades diferentes de cor. Mas, se você não quer investir nesse tipo de iluminação nesse momento, uma luminária de mesa, abajur ou iluminação natural podem ajudar. Lembre-se que um ambiente claro, reflete melhor a luz, caso contrario você também pode usar o que chamamos de rebatedores de iluminação, que também podem ser substituídos por placas brancas de algum material, como isopor por exemplo. O branco irá refletir a luz e pode ser posicionado do lado contrário onde está a iluminação. Algo mais ou menos assim, se você está enquadrando seu rosto em Close Médio e a luz está do lado direito do seu rosto, posicione o rebatedor do lado esquerdo e você estará livre daquelas sombras horríveis que podem deformar o rosto. Mas tome muito cuidado para que os equipamentos não aparecem na imagem.
     
  4. Áudio. O uso de áudio ambiente traz mais praticidade para quem está apresentando, mas, ruídos externos podem prejudicar o entendimento do espectador (afinal, ninguém sabe a hora que cachorros vão começar a latir ou que um veículo barulhento passará em frente à sua rua), para isso é importante o uso do microfone. No mercado há vários modelos disponíveis de lapela que podem ser conectados na saída de áudio do computador ou celular, e há também os fones de ouvido de celulares que também contam com microfone e que podem ser alternativas baratas e de fácil acesso. Cuidado com colares ou metais nas roupas que podem chocar-se com o microfone e promover ruídos ensurdecedores para quem está lhe assistindo.
     
  5. Conexão. Utilize preferencialmente a conexão com cabo de rede se estiver usando seu computador, pois a oscilação de sinal é muito menor. Se for utilizar o celular, é importante estar próximo ao Modem e procure desligar todos os equipamentos que estejam utilizando internet na casa para que “não roube o sinal”  deixando então toda a velocidade de internet livre para o seu equipamento e para não correr o risco de sua imagem aparecer como uma nuvem de quadradinhos ou sua voz ter cortes ou ficar metalizada.
     
  6. E por último, sempre faça testes de imagem (com o cenário final), áudio e iluminação. Se assista nos testes, com isso fica mais fácil visualizar como seu público irá lhe ver e dará tempo de fazer ajustes para garantir melhor qualidade. 

E se você quer se aprofundar ainda mais nesse conteúdo, que tal fazer os cursos online aqui da Comunidade de Varejo?

Recomendo o Do It Yourself: Filmagem e Fotografia para a Internet. É totalmente online e gratuito! Aproveite!

Varejo 🎁

Comunidade Sebrae
Angélica Fabiana Fonseca Weirich
Angélica Fabiana Fonseca Weirich Seguir

Gestora de Projetos no Sebrae Paraná. Publicitária e Administradora, especialista em Marketing, Gestão de Pessoas e Gestão de Projetos. Apaixonada por: empreendedorismo, varejo, marketing, doguíneos, família e fazer amigos!

Ler conteúdo completo
Indicados para você