[ editar artigo]

O que você pode vender online: os melhores tipos de produtos

O que você pode vender online: os melhores tipos de produtos

“Estou farto de trabalhar para outra pessoa”, se este pensamento já lhe passa pela cabeça há algum tempo, chegou o momento de criar o seu próprio negócio. Mas e se a sua experiência não for suficiente para começar um projeto online diferente dos demais? Se é este o seu caso, a boa e velha venda online está à sua espera na internet. E, neste artigo, vamos dizer-lhe aquilo que um novo empresário deve vender e como evitar as armadilhas rumo a um belo rendimento.

Lembre-se dos “prós” e “contras”

Não pode confiar no seu instinto quando escolhe um nicho de mercado. As vendas precisam da matemática. Mesmo que encontre um produto com elevada procura, acabará por ter de fechar a sua loja online se este não tiver uma margem de lucro considerável. Terá também de analisar os seus concorrentes e encontrar o seu público-alvo. Acompanhe o seu nicho, conheça as vantagens e desvantagens da sua escolha, pois isto irá ajudá-lo a colocar os seus produtos no mercado, totalmente consciente da sua realidade. Para saber a fundo o caminho que se prepara para seguir, utilize as estatísticas das tendências no Google e encontre:

●      A frequência com que acontece um pedido por uma gama de produtos, dentro de um nicho específico na linha de pesquisa;

●      A geolocalização que permite alcançar o sucesso na venda de mercadorias;

●      As razões para a popularidade em certas regiões;

●      As unidades de produto mais populares numa indústria específica: o que é que pode vender online para ganhar dinheiro.

Se o nicho for corretamente estudado, pode meter mãos à obra. Mas não venda. Opte por procurar fornecedores grossistas e elabore planos de marketing e conteúdos, aos quais o seu negócio obedecerá. Conheça todos os pormenores do seu futuro trabalho para compreender onde começar o seu negócio e que dificuldades esperam por si no caminho rumo ao sucesso, como evitá-las e o que fazer se as coisas não correrem bem.

E que outras coisas precisa dar atenção?

Evite atolar-se em trabalho no início do seu negócio. A sua gama de produtos precisa apenas de alguns itens. Isto permitir-lhe-á estudar, passo-a-passo, as novas áreas de negócio, pois, exceto no caso da venda de bens online, irá:

●       Promover o seu site

Utilize as redes sociais, crie anúncios no Facebook e Instagram. Se não sabe muito sobre o assunto, recorra à ajuda de profissionais. Mas, com um orçamento pequeno, pode aproveitar as aulas online e passar algum tempo a aprender a criar os seus próprios anúncios.

●      Escolher produtos criativos

Cada nicho tem os seus best-sellers e produtos com baixo rendimento. Quanto mais criativa for a sua oferta, menos concorrentes terá pelo caminho. Mas, em algumas situações, haver poucos concorrentes pode significar que os produtos também não são muito populares. Estude isto antes de comprar os bens mais criativos.

●       Processamento de encomendas

O processamento de encomendas começa com a primeira mensagem por parte do cliente, que inclui perguntas sobre o produto que ele considera importantes e continua até o vendedor receber feedback após o cliente ter o produto nas mãos. Durante este período, deverá contatá-lo, responder rapidamente às perguntas e tentar resolver o problema que o incomoda. Não se comunicar com o cliente pode ter feedback negativo e perder parte do seu público-alvo.

●      Trabalhar com conteúdo

O conteúdo é obrigatório para publicar em blogs e para gerir as redes sociais. Os temas do momento atraem grupos de utilizadores interessados. Conseguirá dessa forma atrair e reter potenciais clientes nas suas páginas. Os conteúdos de alta qualidade que obedecem a um plano preliminar de conteúdos aumentam a probabilidade de a loja fazer disparar vendas.

●      Criar um logotipo e um estilo empresarial

O logotipo é essencial para que os seus utilizadores o possam distinguir concorrência. O desinteresse dos clientes é particularmente identificável se a loja online não tiver um estilo empresarial. No serviço online Logaster, pode criar uma marca para o seu produto, organizar o seu recurso web dentro desse estilo e criar um bom favicon. Dessa forma, poderá dar uma imagem ao seu negócio e aumentar a percentagem de vendas repetidas.

Se o seu negócio crescer rapidamente, e as vendas lhe derem um lucro palpável, pode incluir novos produtos na sua gama, crescendo gradualmente.

Qual o melhor produto para começar?

Se é o maximalismo que o faz procurar o produto mais único e criativo e, pior, lhe diz para arranjar logo grandes quantidades antes de entrar no mercado, ponha o pé no acelerador. Obviamente, uma entrada de sucesso num novo nicho, a medalha de primeiro lugar e grandes lucros podem atrair os novatos mais ingênuos. Mas, na maior parte das vezes, esta abordagem empresarial só fará com que perca tempo: o público-alvo será demasiado limitado para produtos tão invulgares. Tente começar com um produto que o utilizador já conheça, através do qual possa passar uma margem adequada, e comece também com uma pequena quantidade de produtos. As tendências atuais permitem vender lucrativamente bens digitais, como fotografias, vídeos, aplicações, etc. Mas quer começar com algo mais físico, vejamos o que pode vender online em 2019:
 

Jóias

A joalharia tem os dois lados da moeda: vantagens e desvantagens. Tudo depende de como apresenta a mercadoria, ao ponto de convencer o comprador. Mas vamos por ordem. Há três aspetos principais nas desvantagens deste nicho:

  1. Alta competitividade.

  2. As jóias baratas não trazem grandes margens.

  3. As jóias caras exigem muitas despesas e clientes com carteiras recheadas.

Por outro lado, as as jóias estão a tornar-se um nicho cada vez maior no mercado, devido às suas claras vantagens:

  1. Muitos fornecedores.

  2. As dimensões compactas dos produtos implicam menos custos no transporte.

  3. Os vários produtos permitem-lhe trabalhar com diferentes públicos-alvo.

  4. A universalidade do produto não se limita à sazonalidade ou à geolocalização, etc.

Para ter sucesso neste nicho, precisa de fotografias de alta qualidade e escrever descrições “apetitosas” para cada unidade de produtos. Publicite o seu site em todos os sites e redes sociais possíveis. Seja ativo e ofereça um apoio técnico de qualidade. Só assim as jóias se tornarão a sua mina de ouro.

Acessórios para telefone

Comprar um dispositivo móvel cada vez que saiu um software novo é um prazer demasiado caro, mas alterar regularmente a aparência do telefone ainda é muito mais tangível. Muitos compradores solucionam este problema com proteções com estampagens criativas. Desde que haja gente com vontade de modificar o seu telemóvel, pode ganhar dinheiro de forma consistente. Obviamente, as proteções, tal como a película de vidro, destinavam-se originalmente a proteger os dispositivos móveis contra possíveis danos. Mas o mundo da moda acaba por influenciar praticamente todas as áreas da atividade humana. Os acessórios telefônicos fazem parte desse mesmo fenômeno.

Como tal, estude as tendências do mercado e compre bens interessantes para o seu público-alvo. Segundo as estatísticas, a faixa etária dos clientes deste produto encontra-se principalmente entre os 15 e 35 anos. Contudo, sabemos que os acessórios para telefones acabam por ser interessantes para todos os proprietários de dispositivos móveis. Afinal, a gama de acessórios móveis não se limita a uma caixa, película e vidro protetor. Também falamos de fones de ouvido, carregadores, estojos para telemóveis, etc. Apesar de este nicho ter uma elevada concorrência, é possível lucrar com uma margem elevada: 300% a 500%. É importante encontrar fornecedores de qualidade e trabalhar segundo um plano de negócios.

Artesanato

O artesanato está crescendo rapidamente e tem cada vez mais o seu próprio espaço no mercado. Não admira: estamos cansados de produtos de linha de montagem. Precisamos de individualidade e criatividade nas imagens e nos nossos gostos. Se tem um talento potencialmente criativo, não guarde este negócio para depois. O artesanato está associado à qualidade e sublinha a singularidade daquilo que é comprado.

Nestes termos, o cliente está preparado para gastar bastante dinheiro. Neste nicho, não precisa de lidar com fornecedores de produtos fabricados, nem com a sua política de preços. Caos venda produtos verdadeiramente únicos, você, como vendedor, pode definir preços capazes de atrair clientes. Mas se só consegue gerir a compra e venda do mesmo modo que lidaria com qualquer outro produto, precisa de muito tempo para desenvolver várias unidades de produtos. Contudo, se é uma pessoa criativa e não tem medo de trabalhar, damos-lhe uma lista de produtos artesanais mais conhecidos:

●      roupa interior de seda ou rendada;

●      produtos alimentares naturais;

●      artesanato colecionável: bordados, pinturas, brinquedos, etc..;

●      cartões de visita DIY;

●      acessórios e itens para casamentos;

●      roupas, bolsas, acessórios, etc.

 

Livros

Têm livros que já leu mais de uma vez e estão a ganhar pó nas prateleiras? Não vá já a correr enviá-los para a biblioteca mais próxima. É capaz de encontrar compradores dispostos a pagar por aquilo que quer despachar. De uma forma geral, o nicho de venda de livros no mercado é muito amplo e repleto de concorrentes. Mas enquanto existir quem adore a sensação de tocar em papel e nas encadernações, os livros nas prateleiras das lojas continuarão a ter interessados. Vender livros na internet é prático. Mas, por norma, os vendedores não criam sites separados para esse feito, preferem utilizar os sites já existentes para vender literatura de que já não necessitam.

Qual é o produto mais vendido online? Recomendamos que se concentre em best-sellers, e livros técnicos e edições raras. Pode ter uma boa margem nestas mercadorias. Para todos os outros produtos, deve optar por uma política de preços semelhante à dos seus concorrentes ou ligeiramente inferiores (para uma venda rápida). Se criar o seu próprio recurso web, pode não só vender livros, mas também vender a plataforma para publicidade. Neste caso, recomendamos adquirir um blog separado onde pode publicar avaliações, notícias de editoras, etc. Será muito mais fácil captar o público-alvo.

Bens para animais de estimação

Vender produtos para animais de estimação é bastante lucrativo. Afinal, o público-alvo para produtos deste tipo é enorme. À primeira vista, parecem não existir grandes restrições. Os animais de estimação constituem cultos exóticos em vários países. Em 2017, os norte-americanos gastaram cerca de 70 bilhões de dólares com os seus animais de estimação, e um proprietário de cães na Grã-Bretanha gasta cerca de 4,8 mil libras por ano com seu pet. E a tendência é de crescimento, pois o próprio setor dos serviços de animais de estimação está em expansão contínua. Mas para ter sucesso nesta área, primeiro tem compreender todas as questões associadas a este nicho de mercado.

Deve saber que tipo de shampoo é utilizado para abrilhantar o pelo e que produto salvará o animal das pulgas. Também receberá questões sobre a composição dos alimentos para animais, medicamentos e produtos de higiene. Tem de saber o que pode oferecer ao cliente que tenha um problema específico com o seu animal de estimação. Tudo isto exige conhecer os serviços prestados. E se está pronto para entrar neste nicho, analisemos as principais opções para encontrar fornecedores:

1. Vender mercadorias segundo o sistema de dropshipping. Ou seja, ser o mediador entre o cliente e o armazém do fornecedor.

2. Ser parceiro de um fornecedor e tornar-se representante de uma empresa líder na sua região.

3. Comprar mercadorias a fornecedores e trabalhar de forma independente com a sua própria política de preços.

Mas é você quem decide a melhor forma de vender online.

Por último, mas não menos importante, há cada vez menos pessoas a trabalhar para “alguém”. E há cada vez mais lojas online. Não perca a sua oportunidade só por ter pouca experiência. Escolha o seu nicho, promova-o, descubra como os concorrentes se comportam e o que o público-alvo espera. Se já sabe o que vai vender, não hesite e organize já o seu negócio.

 

 

 

Comunidade Sebrae
Ler matéria completa
Indicados para você