[ editar artigo]

Rastreamento veicular: Uma excelente oportunidade de negócio

Rastreamento veicular: Uma excelente oportunidade de negócio

No mundo da psicologia, segundo a Piràmide de Maslow, a segurança é uma das necessidades básicas mais importantes dentro do comportamento humano. Todas as pessoas prezam pela proteção de sua vida, dos seus familiares e amigos, e também dos seus bens, principalmente aqueles de maior valor, como é o caso do veículo. Dessa necessidade, surgem as empresas de rastreamento veicular que podem ser uma excelente oportunidade de negócio para quem sonha em ter um empreendimento próprio.

Você sabia que de acordo com o Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp), mais de um milhão de ocorrências de roubos de veículos no Brasil foram abertas entre 2015 e 2019?  Isso representa em média um pouco mais de 100 veículos para cada grupo de 100 mil habitantes. A preocupação dos condutores em manter seus veículos seguros ajudam a fortalecer a ideia de que este tipo de negócio está em alta e tem tudo para dar certo...

Hoje, o mercado de rastreamento veicular ainda é visto como novo, mas apesar disso, as novas tecnologias e a modernização dos softwares para veículos contribuem para o aumento exploração deste negócio, que vem crescendo com o passar dos anos.

Quer entender mais? Continue acompanhando a leitura do texto!

Como funciona o serviço de rastreamento?

Os rastreadores são dispositivos de geolocalização instalados em veículos automotivos, como carros, motos, ônibus e caminhões que indicam a trajetória e o ponto exato do veículo. A tecnologia aplicada nesses aparelhos funcionam de duas formas: via satélite ou por radiofrequência

Os famosos GPS são rastreadores via satélites que emitem sinais com as coordenadas geográficas para o veículo.  Já nos rastreadores via radiofrequência, a transmissão de dados é feita por ondas eletromagnéticas captadas por antenas, com uma área de cobertura bastante ampla.

Esses dispositivos enviam dados a uma central que verifica as informações do que está sendo rastreado e de sua localização com precisão. Além disso, pode apresentar várias funções como dados técnicos e acelerações, frenagens bruscas, embreagem, rotas etc. Isso depende da compatibilidade do veículo! Tudo é enviado diretamente para a central em uma conexão chamada de M2M (máquina para máquina), que não precisa de interferência humana no processo de comunicação. 

Estrutura de uma empresa de rastreamento veicular

Agora que você conhece um pouco de como funciona o serviço de rastreamento, conseguimos passar para o passo dois, a estrutura necessária para que uma empresa de rastreamento tenha sucesso. Basicamente para dar início a operação, basta apenas um computador e uma conexão de internet (de preferência com uma ótima qualidade). 

Para iniciar não é preciso uma estrutura muito grande, no entanto a empresa irá depender de uma equipe que atende 24 horas por dia, pois se trata de um negócio ligado à segurança. Existem algumas empresas que oferecem ajuda necessária para os empreendedores iniciantes, inclusive uma terceirização da central 24 x 7, com funções que evitam a necessidade de contratação de uma equipe para atender seus clientes a todo momento.

Outro ponto importante é o investimento em equipamento básicos necessários. A central precisa de dispositivos de rastreamento, um software e chips para comunicação entre o objeto rastreado e a central. É importante também ter um local adequado para prestar o serviço, com uma sala que seja isolada e sem muito ruídos. E claro, todos esses equipamentos precisam ter uma ótima qualidade para não ter problemas futuros!

Tipos de área de atuação

O mercado de atuação consegue ser bem amplo, o rastreamento de veículos pode ser dividido em dois tipos: veículos pesados e veículos leves. Sabendo disso, o empreendedor que deseja entrar nesse ramo precisa saber qual será o perfil do seu cliente. Se irá atender pessoa física ou pessoa jurídica? Conforme a escolha, o investimento será diferente. No caso de rastreamento de veículos pesados é necessário investir em satélites, já para os veículos leves e médios, apenas o smartphone e software são suficientes.

Segmentos de mercado

Dentre os segmentos atendidos pelo mercado de rastreamento está o de monitoramento de frotas, que busca atender empresas de grande, médio e pequeno porte. O monitoramento serve para acompanhar a velocidade, roteiro, parada e outros dados, como a segurança no caso de furto de mercadoria. Para o empresário que deseja atender pessoas físicas, o serviço de localização tem como função rastrear e bloquear veículos roubados.

Dicas para o sucesso do negócio

Como dissemos anteriormente, investir em equipamentos de qualidade e ter uma estrutura adequada para o sistema de monitoramento é o necessário para começar a empresa, mas além de tudo isso, a mão de obra deve ser qualificada. Uma empresa de porte pequeno, o quadro de funcionários deve ser composto de profissionais como: técnico de computação, vendedor, operador e um instalador de equipamentos. 

Manter-se atualizado é uma das dicas essenciais, pois a velocidade em que surgem novas tecnologias pode ajudar a alavancar a negócio de rastreamento. Divulgar nas redes sociais também é uma ótima alternativa para quem está começando agora, com investimentos baixos consegue-se sustentar a marcar e trazer novos clientes. Com todos esses detalhes em ordem, após atingir a marca de 100 veículos, o lucro líquido pode chegar até 30% de seus investimento inicial. Vantajoso, não é mesmo?

Gostou do tema? Para você, o rastreamento veícular é uma ótima oportunidade de negócio? Comente abaixo. Até a próxima!

🔵 Atendimento Digital SEBRAE 🔵
WhatsApp / Chat / Facebook / E-mail

Varejo 🎁

Comunidade Sebrae
Lucas Hahn
Lucas Hahn Seguir

Coordenador Estadual de Varejo e Mercado do SEBRAE/PR.

Ler conteúdo completo
Indicados para você