[ editar artigo]

SEO e SEM: como usar estas “letrinhas” no marketing de varejo

SEO e SEM são, na verdade, duas faces da mesma moeda, mas consistem em ações muito características e se relacionam a diferentes aspectos de marketing. Às vezes, os dois termos são usados ​​juntos para fazer referência a um conjunto semelhante de atividades, o que pode ser confuso para quem não está  familiarizado com este assunto.

Então, qual é a diferença entre Search Engine Optimization (SEO) e Search Engine Marketing (SEM)? Como os dois se relacionam e funcionam juntos?

SEO, também conhecido como otimização de mecanismos de pesquisa, é o processo de obtenção de tráfego para seu site de uma forma natural. SEM, ou marketing de busca, é a estratégia de obtenção de tráfego por meio de posicionamento de pagamento, principalmente por meio de anúncios. No entanto, SEO e SEM andam de mãos dadas, uma vez que ambas as estratégias costumam ser usadas simultaneamente.

O objetivo do SEO é aumentar o número de visitantes do site, elevando a posição do site nos resultados retornados por um mecanismo de pesquisa. Isso é feito otimizando continuamente o site para obter uma classificação mais elevada.

Por causa dos algoritmos em constante mudança no Google, as táticas de SEO também estão sempre mudando. No entanto, uma coisa permanece consistente: o SEO é feito de estratégias “on-page” (se caracteriza pelas ações realizadas no próprio site do seu e-commerce, como a otimização de títulos, palavras-chave, links internos etc.) e “off-page”  (relacionado aos trabalhos realizados com os links externos para o seu comércio na Internet).

Já o SEM envolve a obtenção de tráfego do site usando anúncios pagos para aumentar a visibilidade da página nos mecanismos de pesquisa. No entanto, o texto do anúncio e a estratégia de segmentação devem estar alinhados com as palavras-chave que correspondem às consultas de pesquisa dos compradores-alvo, permitindo que seus anúncios sejam exibidos em páginas de resultados de mecanismos de pesquisa (SERPs) relevantes. 

Os anúncios pagos oferecem à sua empresa a oportunidade de aumentar a visibilidade de suas páginas da web, páginas de destino, artigos de blog etc. Portanto, os profissionais de marketing que usam SEM devem explorar tanto o SEO  (para estratégia de palavras-chave e conteúdo de alta qualidade) quanto os anúncios links patrocinados (no inglês, pay-per-click) para direcionar os compradores em potencial e o tráfego. Então, sim, o SEO é um componente do SEM.

Principais estratégias de SEO

1. Objetivo.  Estabeleça uma meta: você deve estabelecer qual setor deseja atingir e qual é seu objetivo depois de alcançar essa meta.

2. Web design de SEO. Depois de estabelecer um objetivo, você deve se concentrar em criar um site de alta qualidade que seja interessante e informativo para seus usuários. Isso ajudará a atrair o máximo de tráfego possível para seu site.

3. Palavras-chave. Palavras-chave são as palavras que os usuários mais pesquisam em um  mecanismo de busca ao procurar o que sua empresa oferece.  Ao identificar quais são essas palavras, você pode direcionar as pesquisas para o seu site.

4. Otimizando o conteúdo. Ter um conteúdo otimizado e atualizado permitirá que você esteja melhor posicionado nos motores de busca. Conteúdo de melhor qualidade equivale a mais tráfego para seu site.

5. CTR. A  taxa de cliques indica a porcentagem de cliques que os usuários fazem em um link, permitindo mensurar o desempenho. Quanto maior a porcentagem, maior a chance de um bom posicionamento de SEO.

6. Links. Ter links, internos e externos em seu site, permite que você tenha um conteúdo de alta qualidade em sua página. No entanto, é importante garantir que esses links não sejam quebrados. Caso contrário, você pode ser penalizado pelos buscadores e piorar seu posicionamento atual.

 

7. Estrutura. É importante manter uma estrutura coerente em seu site. Isso inclui seguir as especificações estabelecidas pelo Google em relação à extensão dos textos, título do artigo, URL, tamanho das imagens etc.

8. SEO off page. O SEO off page tem o objetivo de melhorar o posicionamento no mecanismo de busca. Para o Google, não interessa apenas encontrar os seus conteúdos, entender sobre o que eles falam e perceber como as páginas são estruturadas —, ele também quer saber como o site se relaciona com o restante da web.

9. Link building. Esta técnica se baseia na criação de links externos para o seu domínio, gerando autoridade na web e melhorando os resultados do mecanismo de pesquisa. Você deve vincular seu site a outros sites que tenham um tema semelhante ao seu.

10. Redes sociais. As redes sociais permitem que você aumente a visibilidade do seu site e crie uma comunidade de seguidores leais. Por esse motivo, é importante mantê-las atualizadas e compartilhar conteúdo de alta qualidade com seu público.

Principais estratégias de SEM

1. Orçamento. Quando planejamos nossa campanha do Google Ads, temos que determinar não só sua estrutura e objetivo, mas também o orçamento que temos para desenvolver a campanha.

2. ROI. Também conhecido como retorno sobre investimento, é um índice que permite calcular os benefícios obtidos por um investimento. Nesse caso, estamos calculando os benefícios de investimento das campanhas online. Quando realizamos várias campanhas em diferentes tipos de mídia, mensurar o ROI pode se tornar uma tarefa muito complexa. 

O rastreamento de chamadas é a melhor solução para facilitar essa tarefa. Assim, você pode mensurar o ROI de suas campanhas ou estratégias de marketing por meio de diferentes números de telefone. O seguimento de chamadas atribui um número de telefone virtual diferente a cada uma das campanhas que realiza em cada momento.
Por meio de um painel estatístico, você pode revisar seus relatórios de chamadas com base em seus números de telefone virtuais. Isso ajuda a identificar quantas ligações foram originadas em cada campanha, bem como quantos clientes ligaram e o lucro gerado por esses números.

3. Índice de qualidade. Esta métrica do Google é usada para mensurar o nível de qualidade de um site e do Google Ads. Sua posição é determinada por uma avaliação. A avaliação é baseada na quantidade de cliques e no conteúdo da página. Para obter uma boa classificação, é essencial que os usuários cliquem, que o conteúdo de sua pesquisa se ajuste ao do site e, claro, seja um conteúdo confiável e relevante.

4. Rotação de anúncios. Determine o pedido e com que frequência os anúncios serão exibidos em um endereço IP.

5. Páginas de destino. A página de destino é a primeira página do seu site que um usuário vê quando clica em um link, botão ou anúncio que o leva ao seu conteúdo. É muito importante que a página de destino seja atraente o suficiente para que a pessoa que entrou em seu site gere uma ação (compra, por exemplo). Isso permitirá que ela se torne um cliente em potencial.

6. Campanhas publicitárias. A realização de campanhas publicitárias diferenciadas, agrupadas por tema e conteúdo, permite que os resultados sejam obtidos com base na linha de produtos oferecida. Isso também permitirá que você alcance diferentes segmentos do público-alvo.

7. Responsivo. É muito importante que, ao projetar um site, ele seja fácil de ler e acessar em todos os tipos de dispositivos. Dessa forma, é menos provável que seus clientes saiam de seu site à primeira visita.

8. Otimização. Este é um dos pontos-chave da estratégia SEM. Devemos ter certeza de otimizar as palavras-chave, a porcentagem de CTR e atualizar constantemente a estrutura e o conteúdo do site.

9. Monitoramento. Acompanhe suas campanhas e analise se estão atingindo os objetivos esperados. O SEM permite que dados em tempo real sejam obtidos, o que ajuda a tomar decisões mais rápidas e eficazes.

Foque em SEO primeiro

O SEO estabelece as bases para o SEM por meio de conteúdo bem otimizado que potenciais clientes e clientes consideram útil. Sem páginas de destino, páginas da web e conteúdo de blog otimizado para pesquisa, os esforços de SEM caem por causa da baixa qualidade. Como resultado, ganhar visibilidade nas páginas de resultados dos buscadores acaba sendo extremamente difícil.

Além disso, o SEO orgânico ajuda a estabelecer a credibilidade da pesquisa, mas é importante criar consistentemente conteúdo de qualidade e compartilhar nas mídias sociais e em outros canais de distribuição e promoção de conteúdo. Você precisa ter materiais que as pessoas considerem relevantes.

 

Quando devo focar no SEM

Você está apenas lançando o site da sua empresa e criando sua “pegada online'' inicial para promover seu produto ou serviço? Então, provavelmente, você precisará de visibilidade imediata na pesquisa até construir sua credibilidade orgânica. Com uma campanha estratégica de pay-per-click (PPC), você conseguirá atingir seus objetivos.

No entanto, a longo prazo, você não pode confiar estritamente no PPC a longo. Você precisa criar um ótimo conteúdo com o qual os visitantes queiram interagir assim que chegarem ao seu site.

Por isso, avalie o que é melhor para suas necessidades específicas, mas certifique-se de compreender totalmente as diferenças entre SEM e SEO e como você manterá seus esforços no futuro.

 

Varejo 🎁

TAGS

inovar

Comunidade Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você