[ editar artigo]

3 Dicas para agregar valor no seu produto ou serviço, sem gastar nenhum real

3 Dicas para agregar valor no seu produto ou serviço, sem gastar nenhum real

Você já reparou esta cada vez mais difícil encontrar alguém que venda um produto ou serviço único? Aquele que ninguém tem nada igual, nem conseguem copiar? Mesmo quando um empreendedor inventa algo novo, o que inclusive é uma especialidade do brasileiro, logo vem alguém com algo muito parecido, e oferece por um preço mais baixo.

Mas então em um mercado tão competitivo como você pode aumentar suas vendas e número de clientes?

Essa é uma pergunta com várias respostas certas, que podem te orientar a fazer alguns investimentos com: marketing, melhoria ou compra de equipamentos, contratação de equipe, melhoria na logística e etc… Cada um desses exemplos, precisam ser muito bem analisado, para que o investimento de fato traga o retorno esperado, mas aqui vou te dar 3 dicas de como você pode agregar valor no seu produto ou serviço, sem gastar nenhum real.

1. DEFINA QUAL A SUA PROPOSTA DE VALOR:

Um grande conhecido dos empreendedores é o business model canvas, ou em português “quadro de modelo de negócio”, uma ferramenta prática para você desenvolver e ajustar seu modelo de negócio, lembra dela?

(se você não conhece essa ferramenta não tem problema nenhum, minha dica vai te ajudar do mesmo jeito)

Talvez a parte mais importante dessa ferramenta, é quando você define qual sua proposta de valor, ou seja o que seu produto ou serviço entrega para seu cliente. É justamente para te ajudar nessa definição que trago minha primeira dica. Para definir de forma clara e objetiva, tente responder a seguinte pergunta: 

O que seu cliente pode fazer agora, depois de adquirir seu produto ou serviço, que antes ele não poderia fazer?  

2. DEFINA QUAL SUA PROPOSTA DE VALOR EMOCIONAL:

Seu cliente se relaciona antes, durante e depois de adquirir seu produto ou serviço. Agora que você já conseguiu definir a proposta de valor do que você oferece ao seu cliente, o próximo passo é definir qual o valor emocional dele. 

Seu cliente é uma pessoa cheia de emoções, inclusive quando se relaciona com seu produto ou serviço, ignorar essa relação emocional pode deixar passar oportunidades para se diferenciar, e conquistar mais clientes. Minha segunda dica é para te ajudar nessa definição, responda a seguinte pergunta:

O que seu cliente pode sentir agora, depois de adquirir seu produto ou serviço, que antes ele não estava sentindo?

3. AGORA CONTE ESSA HISTÓRIA:

Não basta só comunicar essas definições que você acabou de criar, seu cliente pode não entender muito bem a mensagem. Minha terceira dica, é usar uma técnica que eu particularmente sou fã, o storytelling ou “contar histórias”.

Essa técnica vai ajudar seu cliente a entender e se conectar, de forma clara, com o valor do seu produto ou serviço, e principalmente como ele pode se relacionar emocionalmente com seu produto ou serviço.

E aí, gostou da publicação?

Conta pra gente, você já conhecia alguma dessas dicas? Colocou alguma em prática? Que outras dicas você gostaria de receber?

Continue nos acompanhando 😉

Se você ainda não faz parte da Comunidade Vida de MEI, não perca tempo e vem participar com a gente!

💻Portal especial: https://bit.ly/2J8B86n

📲 App Meu SEBRAE: https://bit.ly/3bqYnol

📞WhatsApp: (41) 99787-8003

📲Facebook: https://bit.ly/3apKVB3

 

Vida de MEI

Comunidade Sebrae
Vitor Locatelli
Vitor Locatelli Seguir

Publicitário por formação, especialista em gestão empresarial pela FGV e curioso profissional. Eu te ajudo a entender dores e necessidades do seu cliente, para transformar em produtos e experiências incríveis.

Ler conteúdo completo
Indicados para você