[ editar artigo]

[Conteúdo com vídeo] Como o MEI pode identificar as forças e fraquezas do seu negócio

[Conteúdo com vídeo] Como o MEI pode identificar as forças e fraquezas do seu negócio

Especialmente no início de um negócio é fundamental traçar o caminho que você quer percorrer. Para isso, é necessário fazer um planejamento estratégico, desenhando todo o processo de criação e execução de uma estratégia para alcançar objetivos da empresa. Ele serve para a definir metas e tomar efetivas decisões a fim de alcançar o que foi proposto.

Podemos dizer que o planejamento será o documento principal do gestor e servirá de guia para as diretrizes da organização, uma vez que ele pressupõe imagens do futuro e a definição que a organização deve seguir no contexto deste futuro, ao passo que a solução de problemas é imediata e visa simplesmente corrigir descontinuidades entre organização e seu ambiente.

Para isso, o Microempreendedor Individual (MEI) deve conhecer o seu negócio e o mercado no qual a sua empresa irá atuar. Como a dinâmica desse mercado está em constante evolução, o empreendedor deve saber quais são as forças e fraquezas da sua empresa e quais são as oportunidades e ameaças ao seu negócio.

De uma maneira simplificada, o MEI deve responder a algumas perguntas que irão ajudá-lo a traçar a Matriz SWOT:

S - Forças (no inglês, Strengths);

W - Fraquezas (no inglês, Weaknesses);

O - Oportunidades (no inglês, Opportunities);

T - Ameaças (no inglês, Threats).

Para  montar a sua Matriz, é preciso responder a quatro perguntinhas simples:

  • Quais são os pontos fortes atuais do seu negócio? (Forças);

  • Quais são os atuais pontos fracos do seu negócio? (Fraquezas);

  • Quais são os pontos fortes que podem surgir no seu negócio futuramente? (Oportunidades);

  • Quais  são os pontos fracos que podem surgir no seu negócio futuramente? (Ameaças).

Como identificar esses pontos

Para a identificação dos principais pontos a serem analisados, o empreendedor deve pensar que os itens contidos na SWOT devem ser pensados em curto, médio e até mesmo a longo prazo, pois o mercado está sempre em processo de transformação.

Primeiro, comece analisando o ambiente interno, pontuando tudo que pode intervir no funcionamento da sua empresa, como a equipe de trabalho, produtos, equipamentos, serviços prestados etc. Dessa forma, você pode identificar suas forças e fraquezas.

As Forças podem ser mensuradas com base no que está acontecendo no presente. O que o seu negócio possui de diferente e inovador? Porém, seja realista para que o planejamento seja traçado de acordo com o que realmente acontece dentro da sua empresa.

Quem administra um empreendimento deve saber quais são os pontos que precisam ser melhorados. Portanto, liste o máximo de fraquezas que encontrar. Isso irá ajudá-lo a ter um panorama geral da situação do seu negócio.

O ambiente externo também deve ser analisado. Ele consiste no mercado em que a sua empresa está inserida. Nessa etapa, o empreendedor deve ter consciência de que este ambiente não pode ser controlado, uma vez que ele diz respeito a tudo o que acontece fora da empresa. As crises econômicas, as taxas de juros, a concorrência e até mesmo o clima compõem este ambiente.

Sempre que um fator externo cria um cenário favorável para o seu negócio, ele representa uma oportunidade. É possível encontrar oportunidades em vários acontecimentos, mas elas devem ser guiadas pela sua estratégia de negócios. Por exemplo, para um produto que seja consumido apenas no verão você terá que traçar estratégias que sejam condizentes de acordo com a sazonalidade.

Outro ponto que precisa ser analisado são os elementos que criam um ambiente desfavorável à empresa. As ameaças correspondem aos fatores que não podem ser controlados pelo empreendedor. No caso do produto sazonal, se o tempo não estiver propício, o consumidor pode não procurar o seu produto. 

Além disso, é importante analisar sua concorrência e o que ela está fazendo para se destacar no mercado. Sempre se mantenha informado sobre tudo o que acontece ao seu redor. Se necessário, revise suas estratégias.

Dica bônus para o MEI

Para que o empreendedor tenha uma visão mais ampla da sua empresa a fim de resolver de forma mais rápida os problemas que ameaçam o seu negócio e, ainda, se preparar para aproveitar as oportunidades que surgem para aumentar suas forças e trabalhar suas fraquezas, ele pode fazer a seguinte correlação:

  • Identifique quais forças podem potencializar as oportunidades;

  • Identifique quais forças podem combater as ameaças;

  • Identifique quais fraquezas podem prejudicar as oportunidades;

  • Identifique quais fraquezas podem potencializar as ameaças.

Essa correlação pode alertar o MEI para as possíveis ameaças que podem surgir e se o seu negócio está preparado ou não para para enfrentar uma situação que possa atingir um ponto fraco da sua empresa. 

Agora, que tal fazer uma lista dos pontos fracos e fortes do seu empreendimento?

Comunidade Sebrae
Ler matéria completa
Indicados para você