[ editar artigo]

Cresce O Número De Registro De MEIs 2020

Cresce O Número De Registro De MEIs 2020

Nos primeiros quatro meses deste ano, o Brasil ganhou 586 mil novos microempresários individuais. O Sebrae estima que 3,6 milhões de MEIs podem ser beneficiados com os R$ 600 de benefício emergencial.

O número de microempreendedores individuais (MEIs) no país ultrapassou a marca de 10 milhões pela primeira vez. Só em abril, o número de brasileiros que optaram por essa modalidade chegou a 98 mil. Neste ano, os novos registros ultrapassaram 586.000.

Fonte do gráfico: Portal G1

O MEI é um sistema tributário simplificado que visa incentivar e promover a formalização de pequenos negócios e autônomos (como vendedores, manicures, cabeleireiros e prestadores de serviços autônomos). Em 2020 o programa completa 11 anos. Por meio do cadastro, o microempreendedor pode ser titular do CNPJ, emitir nota fiscal e receber direitos e benefícios previdenciários.

Com a evolução das relações laborais e elevados níveis de desemprego, o MEI tornou-se não só uma escolha de ocupação ou estratégia de sobrevivência, nomeadamente os chamados “empreendedores por necessidade”, mas também uma forma de prestação de serviços a terceiros. As pessoas jurídicas exercem diferentes funções e obtêm renda a um custo menor.

De acordo com os últimos dados do IBGE, no trimestre encerrado em fevereiro havia 38 milhões de trabalhadores informais no Brasil, o que equivale a 41,1% da população ocupada do país.

Sebrae estima que 3,6 milhões de MEIs receberão atendimento emergencial.

O MEI, assim como os informais e desempregados, fazem parte de uma organização que pode atender ao padrão de atendimento emergencial de 600 reais.

Os dados apontam que cerca de 3,6 milhões de MEIs podem se beneficiar de assistência governamental para minimizar o impacto da pandemia sobre o rendimento financeiro.

Levantamento do Sebrae também apontou que 63,8% dos MEIs suspenderam temporariamente suas atividades por conta da pandemia, maior percentual entre as pequenas empresas.

De acordo com as normas de atendimento emergencial, as pessoas cuja renda familiar não ultrapasse três salários mínimos (R $ 3.135) ou meio salário mínimo por pessoa (R $ 522,50) terão direito a R$ 600 por um período de 3 mês, agora estendidos até dezembro de 2020. Segundo o Sebrae, 36% dos MEIs atendem a esses padrões.

Medidas De Apoio As Empresas

O governo estendeu o período de pagamento de impostos federais sob a "Lei Simples Nacional" em seis meses. Essa medida beneficia não apenas as micro e pequenas empresas, mas também a MEI. Os tributos estaduais e municipais (ICMS e ISS) para PMEs também foram prorrogados por 6 meses.

O incentivo a capacitação também foi muito propagado nos meses de quarentena, diversas palestras e cursos estão disponíveis em ambiente online para os donos de negócios se atualizarem e aprenderem com o auxilio da tecnologia. Alguns portais como o Youtube é possível encontrar vídeo aulas gratuitas sobre empreendedorismo.

Dados do Sebrae ainda mostram que 22,3% dos MEIs possuem ensino superior completo, enquanto 11,6% possuem mestrado ou doutorado. Porém, a maior parte (31,6%) possui ensino médio completo. Os microempreendedores com superiores incompletos representaram 17,5% do total.

Vida de MEI

Comunidade Sebrae
Jo Seraa Seguir

Redatora e produtora de conteúdo

Ler conteúdo completo
Indicados para você