[ editar artigo]

Mercado pet: Dicas e oportunidades para o MEI alavancar seu negócio

Mercado pet: Dicas e oportunidades para o MEI alavancar seu negócio

O mercado pet no Brasil tem se consolidado como um setor da economia com grande potencial de crescimento para os próximos anos. Para o Microempreendedor Individual (MEI) que pretende investir em produtos e serviços para animais de estimação tem se mostrado um investimento promissor.

Pesquisas realizadas pelo IBGE mostram que existem mais de 132 milhões de animais no país. Esse mercado deve atingir um faturamento de R$ 20 bilhões em 2020. 

De acordo com o estudo desenvolvido pelo Grupo GS & Gouvêa de Souza, o mercado está em expansão, tendo espaço para todos os gostos e bolsos, já que os donos dos pets sempre estão em busca de novidades para agradar seus bichanos.

Além dos pet shops mais tradicionais, o segmento se abre também para serviços voltados para um público mais exigente, que trata o seu animal de estimação como um membro da família.

A expansão do mercado pet mesmo em tempos de crise tem uma simples explicação. O envolvimento emocional dos donos faz com que os gastos com pets não sejam uma opção de corte no orçamento.

Mercado Aquecido

Embora o segmento esteja aquecido, quem deseja empreender e alavancar o seu negócio precisa investir em inovação, uma vez que a concorrência é alta. É importante se manter qualificado, uma vez que o consumidor é muito exigente com os produtos que disponibiliza aos seus “filhos”.

Embora a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet) estime que os gastos com alimentação sejam responsáveis por 70% do mercado, especialistas no assunto apontam que os nichos que priorizam o bem-estar e qualidade de vida do animal estão se tornando uma tendência.

Oportunidades relacionadas à essa área

Adestramento e treinamento 

Muitas pessoas estão investindo em adestramento e treinamento de seus pets. Um dos fatores relacionados à essa alternativa é que cada vez mais as pessoas estão se mudando para espaços menores e isso aumenta a necessidade de treinar seus animais.

Hotel e creche

Outra oportunidade muito boa para o mercado pet é o investimento em hotéis e creches para os bichinhos de estimação. Durante as férias ou viagens, os “pais” de pet costumam deixá-los em hotéis especializados. Para quem não tem tempo, mas quer que o seu animal de estimação tenha uma rotina ativa, existem as creches - lugares que reúnem vários animais para passarem o dia realizando atividades.

Pet sitter

Pet sitter é quem cuida de um animal de estimação enquanto seu dono está ausente. É um serviço bem difundido em países  desenvolvidos, mas é relativamente novo no Brasil. 

Os serviços das babás dos bichos de estimação não se restringem apenas a servir alimentação na hora certa ou passear. A pet sitter faz companhia para os animais, acompanha e até os observa em recuperação pós-cirúrgica.

Acessórios

Como a humanização dos pets está em alta, muitas pessoas estão buscando brinquedos, roupas e todos os tipos de acessórios para os animais. Para conquistar mais clientes, você pode apostar  em hábitos, estilos e até mesmo na cultura dos donos na hora de elaborar os produtos. O importante é fornecer mercadorias diferenciadas e inovadoras.

Banho e Tosa

O banho e tosa ainda são os serviços mais procurados do mercado pet, sendo uma ótima oportunidade para o empreendedor que quer apostar nele. Para não ser só “mais um” nesse nicho, você pode implementar serviços diferenciados, como transporte para levar e trazer os animais, cartão fidelidade, promoções etc.

Padaria Pet

Os donos dos pets estão cada vez mais buscando alimentos Premium para os seus “filhos”. Esse tipo de alimentação é baseada em ingredientes selecionados de acordo com o estilo de vida do bichinho.

As padarias pet também estão em alta. Tudo para agradar o paladar do seu animal de estimação. Porém, é preciso ter a autorização do Ministério da Agricultura e um profissional da área responsável pelos alimentos.

Com os avanços do mercado pet, novidades são disponibilizadas a todo momento e os animais de estimação têm vivido cada vez mais. Hoje, as casas brasileiras  têm mais pets do que crianças e tudo indica que essa tendência se manterá nos próximos anos. Por isso, esse segmento se mostra uma excelente oportunidade para o MEI que quer investir nessa ideia!







 

Comunidade Sebrae
Ler matéria completa
Indicados para você