[ editar artigo]

Model canvas: o que é, benefícios que a ferramenta proporciona e como utilizar.

Model canvas: o que é, benefícios que a ferramenta proporciona e como utilizar.

O Business Model Canvas é uma ferramenta de gestão estratégica, criada por Alex Osterwalder durante sua tese de doutorado, que permite o desenvolvimento do modelo de negócios das empresas.

O Canvas é estruturado em nove blocos pré- formatados, que cobrem quatro áreas consideradas as principais de um negócio, que são: infraestrutura, oferta, cliente e finanças.

Dessa forma, ele se torna uma ferramenta útil para as empresas que estão começando, por ser complementar ao plano de negócios, facilitando o seu entendimento, pois nesse modelo a visualização se dá por meio de um desenho, e não apenas um texto, ou seja, é possível compreender de maneira rápida todos os seus nove blocos e fazer comparações e relações entre eles.

Por que utilizar o Canvas?

O Model Canvas possui uma descrição de fácil entendimento, facilitando os momentos de discussão entre a equipe, pois por ter conceitos simples e compreensíveis, ele consegue passar a essência do planejamento e a complexidade que uma organização tem em seu funcionamento ao mesmo tempo.

São inúmeros os benefícios que esse modelo pode proporcionar para o seu planejamento de negócios, como agilizar o processo estratégico, pela sua fácil compreensão. Traz organização e objetividade para sua empresa. Estimula a criatividade, simplifica a comunicação e aumenta a competitividade estratégica dentro da empresa.

Como utilizar?

Como mencionamos, o Business Model Canvas é segmentado em 4 áreas e 9 etapas e agora vamos falar sobre isso.

1. Oferta (o que?)

  • Proposta de valor: Defina qual é a oferta que irá oferecer para o seu cliente. Qual o problema que irá resolver e se esta solução será atraente a ponto de levar as pessoas a escolherem o seu produto ou serviço.

2. Clientes (quem?)

  • Segmento de clientes: Defina qual o seu nicho de mercado. Pense qual é o perfil dos seus clientes, onde eles estão, quais necessidades têm em comum. Aqui vem a definição do seu público-alvo.

  • Canais: Qual o caminho a sua empresa chegará no seu cliente, como será a comunicação e a entrega de valor. Como será a interação do consumidor com seu negócio? Pensar nos canais de comunicação, como desenvolverá o seu marketing, como será sua distribuição e formas de vendas. 

  • Relacionamento com o cliente: como sua empresa vai conquistar e reter clientes. Manter um bom relacionamento com clientes é fundamental para sua empresa e para isso existem estratégias a serem estabelecidas, visando diferencial no mercado pelo atendimento e não por preços.

3. Infraestrutura (Como?)

  • Atividades principais: Relacione as atividades mais importantes para que a proposta de valor seja realizada e a empresa funcione corretamente, ou seja, atividades que não podem deixar de acontecer que podem ser questão de produção ou de resolução de problemas, por exemplo.

  • Parcerias principais: Identifique quais fornecedores e parceiros precisará para a realização da sua proposta. São essas relações que permitem que o negócio se desenvolva de forma mais econômica e otimizada, contribuindo na redução de custos e aumentando sua competitividade no mercado.

  • Recursos principais: Relacione todos os ativos necessários para realizar sua proposta de valor, considerando os custos físicos/estruturais, quanto intelectuais como recursos humanos.

4. Finanças (Quanto?)

  • Estrutura de custos: Identifique todos os gastos para operacionalizar o seu negócio, sendo os custos fixos e variáveis, sejam  eles com canais, recursos, parcerias e atividades. Com esta estrutura bem definida você conseguirá definir qual será a sua proposta de entrega final ao cliente (menor preço, maior qualidade, experiência, etc).

  • Fontes de receitas: Defina como e quanto seus clientes vão pagar pelo seu produto ou serviço, por isso que ter a estrutura de custos bem definida o ajudará a definir estes detalhes tão importantes e definir o sucesso do seu negócio.

Para te auxiliar em todo esse processo de estruturação uma dica muito legal é a ferramenta que o Sebrae criou, o Sebrae Canvas. Neste link você pode acessar a ferramenta, desenvolver seu Business Model Canvas online e sem nenhum custo. 

Gostou da publicação? Então, conta pra gente o que achou aqui nos comentários e não esqueça de compartilhar esse conteúdo.

Se você ainda não faz parte da Comunidade Vida de MEI, não perca tempo e vem participar com a gente!

Vida de MEI

Comunidade Sebrae
Rodrigo Feyerabend
Rodrigo Feyerabend Seguir

Administrador, Especialista em gestão de projetos, Consultor do Sebrae/PR e Papai do Dudu.

Ler conteúdo completo
Indicados para você